Adv Informática Avançada
Adv Informática
Técnico em Fibras Ópticas - Projeto, Instalação, Fusão e Teste
Contato
Telefone
(21) 2210-1180
WhatsApp
(21) 98744-8297
E-mail
cursoadv@cursoadv.com.br

Quer receber informações sobre este curso agora mesmo?

Informe: Nome, operadora, DDD e o seu número que entraremos em contato de imediato

O que é o Treinamento Técnico em Fibras Ópticas?

Este é um treinamento que visa formar Técnico em Instalação e Fusão de Fibras Ópticas, onde o aluno terá aulas teóricas para aprender especificar cada fibra corretamente conforme a obra a ser realizada, aprenderá também a Projetar Links de Backbone Prediais e Inter-Prediais especificando todos os equipamentos necessários para a transmissão do sinal, calcular perdas na transmissão e Aulas Práticas de Instalação do DIO (Distribuidor Interno Óptico) e da Caixa de Emenda de Fibras utilizados em projetos de cabeamento óptico, além de aprender a utilizar DUAS Máquinas de Fusão de Fibras Manual e Automática, a fim de se tornar um Técnico Completo.

Novidade: Agora nosso treinamento inclui também TESTE DE CABEAMENTO ÓPTICO, que serão realizados com POWER METER FLUKE.

Para quem se destina:

É recomendado a todos os profissionais de infra-estrutura de rede.

Por que estudar no ADV Informática?

O ADV Informática é o centro de treinamento que a mais de 17 anos forma profissionais nos mais avançados seguimentos de TI (Tecnologia da Informação), sendo assim você terá todo suporte necessário para uma boa formação.

Pré-requisito:

Conhecimentos de Tecnologia de Redes e Cabeamento Estruturado.

Carga horária: 20 horas

Programa do Curso:

Programa do Curso Técnico em Instalação e Fusão de Fibras Ópticas

Neste módulo serão abordados os seguintes tópicos:
  • Composição da fibra óptica:
    • Núcleo
    • Casca
    • Revestimento externo
    • Revestimento primário
    • Revestimento secundário
    • Índice de refração
    • Princípio de funcionamento
  • Fontes de luz:
    • LED
    • Laser
  • Vantagens das fibras
  • Janelas de Transmissão
  • Comprimentos de onda
  • Frequência
  • Espectro Eletromagnético
  • Fibras multímodo Tipo degrau
  • Fibras multímodo Tipo gradual
  • Fibras multímodo OM1
  • Fibras multímodo OM2
  • Dispersões:
    • Dispersão Modal
    • Dispersão Cromática
    • Dispersão PMD
  • Fibras monomodo:
    • Fibras monomodo convencionais
    • Fibras monomodo com baixo pico d’água
    • Fibras monomodo com Zero pico d’água
    • Fibras de Dispersão Deslocada
    • Fibra com comprimento de onda de corte deslocado
    • Fibras de Dispersão Deslocada e Não nula
    • Fibra monomodo com Baixa Sensibilidade à Curvatura:
      • Classe A (BLI-A)
      • Classe B (BLI-B)
      • Classe A/B (BLI-A/B)
  • Fibras Multímodo otimizada a laser OM3
  • Fibras Multímodo otimizada a laser OM4
  • Tecnologias para construção de cabos ópticos
  • Cabos do tipo Loose:
    • Geleado (G)
    • Seco (S)
    • Totalmente Seco (TS)
    • Cabos do tipo Loose (um único tubo)
    • Cabos do tipo Loose (vários tubos)
    • Identificação das unidades básicas
  • Cabos do tipo Tight:
    • Cabos de Distribuição
    • Cabos Breakout
  • Distâncias suportadas:
    • Distâncias pela norma 568-C
    • Distâncias Padronizadas
  • Tipos de conectores mais usados:
    • ST (Straight Tip connector)
    • SC (Subscription Channel connector)
    • LC (Lucent Connector)
    • MT-RJ (Mechanical Transfer Registered Jack)
    • E2000
    • MPO (Multifiber Push On)
    • MTP (Multifiber Termination Push-on)
  • Aplicações dos Conectores Ópticos:
    • Extensões Ópticas ou "Pig-Tail”
    • Cordões Ópticos Simplex ou Duplex
    • Cordões Ópticos Adaptadores
  • Outros acessórios e Equipamentos ópticos:
    • Conversor de mídia
    • Placa de rede para fibra óptica
    • Plaqueta de Identificação
    • Conversor Small Form-factor Pluggable (SFP)
    • Terminador óptico de Assinante (aula prática)
    • DIO - Distribuidor Interno Óptico (aula prática)
    • Acoplador óptico (Passante)
    • Ponto de Terminação Óptica (PTO)
    • Spiroduto
    • Fita de autofusão
    • Localizador visual de falhas
    • Caixa de emenda óptica convencional (aula prática)
    • Caixa de Terminação Óptica (CTO)
    • Soprador térmico
    • Caixa de emenda óptica mecânica (aula prática)
  • Tipos de polimento dos conectores ópticos:
    • FLAT (PLANO)
    • PC (Physical Contact)
    • SPC (Super Physical Contact)
    • UPC (Ultra Physical Contact)
    • APC (Angled Physical Contact)
  • Código de cores para Pig-tails e Cordões Ópticos
  • Emendas ópticas:
    • Emenda por Fusão das fibras
    • Emenda Mecânica
    • Emenda por Conectorização
    • Fast Connector
  • Instalação de cabos ópticos
  • Cuidados na Instalação de cabos ópticos
  • Teste do enlace óptico com Power Meter:
    • Medição de Potência Óptica Absoluta
    • Medição de Potência Óptica Relativa
  • Teste do enlace óptico com OTDR
  • Viabilidade do enlace óptico:
    • Ganho do Sistema (Link Power Budget)
    • Potência de transmissão mínima
    • Sensibilidade mínima do receptor
  • Cálculo da Atenuação (Link Loss Budget):
    • Atenuação do Conector
    • Atenuação da emenda
    • Atenuação do Cabo
  • Margem do enlace
  • Polaridade dos conectores ópticos
  • Exemplos de Projetos
  • Processo de emenda:
    • Decapagem
    • Limpeza
    • Clivagem:
      • Clivador de precisão Fitel S321
      • Clivador de precisão Ilsintech CI-01
      • Clivador de precisão Sumitomo FC-6S
      • Clivador de precisão Fujikura CT-06A
    • Posicionamento e Alinhamento das Fibras
    • Fusão:
      • Máquina de Fusão automática (aula prática)
      • Máquina de Fusão semiautomática (aula prática)
      • Máquina de Fusão manual (aula prática)
    • Proteção da emenda
  • Medição de enlace com Power Meter (aula prática)
  • Outras ferramentas:
    • Roletador de tubo loose
    • Roletador de cabos ópticos
  • Entrada do cabo óptico no cliente
  • Designação dos Cabos segundo a ABNT
  • Classificação NEC
NOTICIAS